Notícias- Volta Redonda

 

No Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado nesta terça-feira, dia 15, a Prefeitura de Volta Redonda lembra que o município vem fortalecendo ações para essa parcela da população através da Smac (Secretaria Municipal de Ação Comunitária). Entre as principais iniciativas, está a revitalização de unidades como o Centro Dia Synval Santos, que atende idosos com Alzheimer, e Centro Dia de Atendimento à Pessoa Idosa, no bairro Aterrado.

Além disso, já foram reabertos 21 Centros de Referência de Assistência Social (Cras). A ideia é promover a reintegração dos grupos de convivência e reforçar práticas com os idosos e semi-dependentes do asilo. “Quanto mais ativos e mais presentes estivermos, menor a chance dos idosos serem vítimas de algum tipo de violência”, destacou o prefeito Antonio Francisco Neto.

Assistência às vítimas

No Departamento de Proteção Social Especial (DPES), ligado à Smac, são trabalhadas questões de violação de direitos contra os idosos. As ações são desenvolvidas no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), através do Programa Especializado em Atendimento às Famílias e Indivíduos (PAEFI), responsável por atender e acompanhar os idosos e suas famílias.

O Creas é a porta de entrada de atendimento nos casos em que a prevenção falha. Já nos Centros Dias, o objetivo é diminuir a sobrecarga dos cuidadores e responsáveis pelos idosos. Os espaços estão sendo revitalizados e voltarão a funcionar ainda esse ano. O atendimento será das 8h às 17 horas, período no qual os idosos recebem cinco alimentações por dia e participam das oficinas socioeducativas.

Há também as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), de caráter residencial, destinadas ao domicílio coletivo de pessoas com idade igual ou superior a 60 anos e asilos, que são parceiros da Smac.

Todos estes equipamentos contam com equipes técnicas composta por assistentes sociais, psicólogos, pedagogos e educadores. Os cuidadores também fazem parte do time que cuida dos idosos.

De acordo com o secretário municipal de Ação Comunitária, Munir Francisco, há quatro anos o município contava com 62 grupos de convivência, que foram desfeitos.

“Estamos nos reorganizando desde janeiro para tornar o nosso município novamente referência na assistência social. Já fizemos reuniões com os coordenadores desses grupos de convivência e, até agosto deste ano, estaremos com grande parte funcionando novamente. Tudo com as medidas de prevenção à Covid-19, inclusive com a vacinação da terceira idade”, disse o secretário.

Durante esses encontros, são tratados assuntos voltados à saúde, situação social, direitos e deveres do idoso e o empoderamento deste público. Além disso, são realizadas diversas oficinas como memória, habilidades, inclusão digital, entre outros. Outra importante ação desenvolvida nesses grupos é a reintegração social do trabalho, através da Inclusão Produtiva desses idosos.

 

Foto: Arquivo/PMVR 



Publicidade

Share
 
Rua Pedro Maria Neto, 17/101 - Aterrado - 27.215-590 - Volta Redonda - RJ
Todos os direitos reservados - 2021
Guia Comercial Sul Fluminense
© 2009 / 2021 Guia Sul Fluminense - Desenvolvido por ABCMIX - 2021