Notícias

Colégio Plante usa jogos recreativos para integrar e desenvolver mente e corpo

Ping Pong, Futebol de Mesa e Pebolim beneficiam alunos de diferentes idades

     O Colégio Plante em seus 20 anos de existência em Paraty sempre utilizou ferramentas pedagógicas que auxiliam no desenvolvimento cognitivo de seus alunos. Este ano, três mesas compõem o espaço recreativo de jogos, que oferece ping-pong, futebol de mesa e pebolim, o popular “totó” para uso dos estudantes. Os alunos dispõem dos jogos em seus horários de intervalo, recreio e também nas aulas de Educação Física, realizadas por professores que orientam as atividades.

***CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O SITE***

Foto: Giovanni Nogueira/Ascom Colégio Plante

BENEFÍCIOS

     De acordo com o professor de Educação Física, Tharcio Peres, a integração em torno dos jogos é importante, pois proporciona uma série de benefícios.

     - Essas interações são importantes para eles vivenciarem a prática esportiva dessas modalidades, além disso, beneficiam a coordenação motora fina, que é pontuada por pequenos gestos e ajudam na noção espacial já que requerem algumas habilidades que ainda estão desenvolvendo. Isso ajuda na escrita, na concentração e melhora a atenção e percepção de todos participantes. 

ACESSE A PÁGINA DO FACEBOOK!

     De acordo com o professor, a atividade recreativa trabalha a mente e o corpo como um todo.

     - Essa é a importância do esporte, a união, a interação e o trabalho com nosso corpo. Outro aspecto a ser destacado é a relação que é ampliada. Vemos, por exemplo, colegas de classe que conversam mais, estreitam laços e melhoram o diálogo. Outra melhoria que pode ser percebida é a relação deles com o meio ambiente cuidando dos aparelhos – destacou.

 

Fla x Botafogo: venda de ingressos começa nesta quinta-feira

Clássico carioca acontecerá no sábado de Carnaval, dia 10, às 16h30, no Estádio Raulino de Oliveira

     Os ingressos para a partida entre o Flamengo e Botafogo começarão a ser vendidos nesta quinta-feira, dia 08, na bilheteria do Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O clássico acontecerá no sábado de Carnaval, dia 10, às 16h30. Terão ainda pontos de vendas em Resende e Barra Mansa, conforme informou a assessoria das equipes. O ingresso, que o valor foi estabelecido pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Fferj), custará R$ 80,00 a arquibancada (R$ 40 – meia) e R$ 100 (R$ 50 – meia) cadeira especial, setor branco.

 

     A federação colocará uma carga de ingresso de 18.385; dos quais, serão 14.381 colocados à venda. A administração do estádio determinou que as entradas das torcidas serão em portões separados. Os acessos Amarelo e Azul serão para os botafoguense e os setores Verde e Laranja para a torcida do Flamengo. 

 

     Como o clássico é de torcida mista, o Gepe (Grupamento Especial de Policiamento de Estádio) da Polícia Militar fará um esquema de reforço da segurança. Os detalhes serão definidos na manhã desta quinta-feira (08). O Gepe terá o apoio dos policiais do 28º BPM (Batalhão da Polícia Militar) e dos guardas municipais. A Secretaria Municipal Trânsito e Mobilidade Urbana também estará organizando as vias públicas nas próximas ao estádio.

“Vamos realizar um grande espetáculo, com segurança e conforto aos  torcedores. É uma oportunidade de gerar o turismo na cidade em pleno Carnaval. Será uma bonita festa do futebol”, destacou o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva.    

 

Confira os pontos de vendas dos ingressos

 

Bilheteria Estádio Raulino de Oliveira - duas torcidas.

Rua 545, S/N - Jardim Paraíba -  Volta Redonda.

Horário de Atendimento: dias 08 e 09, quinta e sexta-feira, das 10 às 17 horas.  Dia 10, sábado, das 10 horas até o intervalo do jogo.

Forma de Pagamento: somente em dinheiro.

 

Loja South - Volta Redonda - duas torcidas.

Sider Shopping - subsolo loja 010.

Horário de Atendimento: 08 e 09,  quinta e sexta-feira, das 10 às 17 horas.

 

Dia 10 - Sábado - das 10 às 12 horas.

Forma de Pagamento: somente em dinheiro.

 

Loja South - Barra Mansa  - duas torcidas.

Rua Domingos Mariano, 14 - Barra Mansa.

Horário de Atendimento: dias 08 e 09, quinta e sexta-feira, das 10 às 17 horas.

Dia 10 - Sábado - das 10 às 12 horas.

Forma de Pagamento: somente em dinheiro.

 

Loja South - Resende- duas torcidas.

Avenida Albino de Almeida 214 - Calçadão 2.

Horário de Atendimento: 08 e 09,  quinta e sexta-feira, das 10 às 17 horas.

Dia 10, sábado, das 10 às 12 horas.

Forma de Pagamento: somente em dinheiro.

Quatro hábitos evitáveis que contribuem para o aumento na incidência de câncer entre jovens

Saiba os comportamentos nocivos à saúde que têm lavado ao aumento na taxa de tumores

     Estimativas apontam que a cada ano são feitos 12 milhões de diagnósticos de câncer no mundo. Se considerarmos apenas o Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), foram registrados em torno de 600 mil novos casos em 2016 – em 2015, eram 520 mil. Considerando total global, a Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que uma grande parte dos casos estão relacionados ao nosso modo de vida. E mais: a entidade destaca a perigosa relação entre hábitos pouco saudáveis da nova geração e o aumento nos índices de tumores entre jovens com menos de 30 anos.

     "O câncer é segunda maior causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos no país, perdendo apenas para óbitos decorrentes de acidentes e violência. Entre 2009 e 2013, de acordo com os dados mais recentes fornecidos pelo Inca, 17.500 jovens brasileiros morreram em decorrência de tumores malignos", diz o Dr. Andrey Soares, oncologista clínico do Centro Paulista de Oncologia (CPO) – Grupo Oncoclínicas.

     O especialista explica que a somatória destes dados resulta em um alerta importante: é preciso rever nossos hábitos de vida – ou a falta deles – para frear as estatísticas crescentes ano a ano. "O incentivo à prática constante de exercícios físicos, dieta equilibrada, consumo moderado de bebidas alcoólicas e outras medidas simples surgem não apenas como iniciativas essenciais para frear os índices aumentados do câncer como uma maneira de promoção à qualidade de vida e bem estar geral. Essas medidas contribuem também para a potencialização do processo de tratamento para pessoas diagnosticadas com a doença e outras condições como diabetes e hipertensão".

     Para reforçar essa percepção, o Dr. Andrey ressalta que sobrepeso e sedentarismo estão no topo dos fatores que afetam especialmente a saúde da geração de adultos nascidos nos anos 1990. "Millennials têm o dobro de risco de desenvolver câncer no cólon (segmento do intestino grosso) e quatro vezes mais chance de receberem um diagnóstico de câncer no reto em comparação à geração Baby Boomers, indivíduos com 55 anos ou mais, apenas para citar mais um exemplo dos malefícios do sedentarismo e da ingestão de alimentos pobres em vitaminas e fibras", afirma o oncologista do CPO, citando estudo recentemente promovido pela Sociedade Americana de Câncer (ACS, sigla do inglês American Cancer Society).

     E não são só os tumores intestinais que estão relacionados ao nosso comportamento diário. A obesidade já tida como importante contribuinte para o aparecimento de ao menos outros nove tipos de câncer: esôfago, vesícula, fígado, pâncreas, rins, útero, ovário, mama e próstata. "Fatores como sedentarismo, consumo aumentado de carne vermelha, fast food, comida processada, álcool e cigarro também são hábitos comuns entre os jovens que podem trazer malefícios à saúde. Se não atentarmos para os hábitos que colaboram para a redução do risco de câncer, teremos futuramente um contingente cada vez mais aumentado de pacientes nos consultórios oncológicos", finaliza.

FATORES QUE CONTRIBUEM

     Abaixo, Dr. Andrey Soares lista os principais fatores que podem contribuir para o surgimento do câncer:

Tabagismo: Antigamente, o hábito de fumar era visto com elegância e glamour, sendo incentivado até pelas propagandas que mostravam atores famosos tragando seus cigarros, o que estimulava esse costume entre as pessoas mais jovens. O cigarro era liberado nos restaurantes e até na sala de aula. Hoje, o uso do cigarro pela geração Millenials, na maioria das vezes, vem acompanhando de bebidas alcoólicas. Estimativas apontam que 75% dos casos de câncer de pulmão são decorrentes do uso do tabaco e os fumantes têm cerca de 20 vezes mais risco de desenvolver a doença. Além disso, o cigarro também é responsável pelo aparecimento do tumor na cabeça e pescoço.

Etilismo: O consumo exagerado de bebidas alcoólicas tem se mostrado um dos hábitos mais frequentes entre jovens adultos. Essa prática traz consequências para a saúde física, sendo um depressor do sistema nervoso central e gerando impactos nocivos a diversos órgãos, como o fígado, o coração e o estômago. Uma pesquisa publicada no Alcohol and Alcoholism mostra que as consequências podem ser ainda maiores: segundo o periódico basta uma dose de bebida alcoólica por dia para aumentar o risco das mulheres desenvolverem câncer de mama em 5%. A conclusão é parte de uma revisão de 113 estudos feita por pesquisadores da Alemanha, França e Itália. Para mulheres que bebem mais – três ou mais doses por dia – o risco de contrair a doença aumenta em 50%.

 

Sedentarismo: Pode parecer um pouco clichê relacionar a saúde com a prática de exercícios físicos diários, mas esse é um fator que pode diminuir bastante o risco de aparecimento da doença. Mais de um terço dos jovens brasileiros está acima do peso, de acordo com dados do Ministério da Saúde e, esse fato, leva a um risco maior de desenvolver doenças como colesterol alto, diabetes e hipertensão arterial. Com o avanço da tecnologia, os jovens passam mais horas em frente ao computador, plugados no celular ou tablets, deixando de lado as atividades físicas. Mas com pequenos ajustes na rotina, como pequenas caminhadas diárias e subir e descer escadas ao invés de utilizar o elevador, é possível dar um salto na qualidade de vida e prevenir inúmeras doenças, não apenas o câncer. A recomendação da OMS é que pessoas de 18 a 64 anos pratiquem pelo menos 150 minutos de exercícios moderados por semana – ou, em média, pouco mais de 20 minutos por dia.

Infecções Virais: A geração de jovens e adultos com menos de 30 anos preza e valoriza muito a liberdade sexual. Trata-se de um grupo que nasceu após o "boom" do HIV e, apesar de bem informada e consciente dos riscos envolvendo doenças sexualmente trasmissíveis, apresenta índices elevados de contágio pelo chamado papilomavírus humano – conhecido como HPV. Mais comum tipo de infecção sexualmente trasmissível em todo o mundo, o vírus atinge de forma massiva a população feminina - 75% das brasileiras sexualmente ativas entrarão em contato com o HPV ao longo da vida, sendo que o ápice da transmissão do vírus se dá na faixa dos 25 anos. Após o contágio, ao menos 5% dessas brasileiras irá desenvolver câncer de colo do útero em um prazo de dois a dez anos, uma taxa alarmante. O tumor já é considerado um problema de saúde pública no Brasil e faz parte do Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) no país, o que inclui a vacinação contra o HPV para meninos e meninas com idades entre 9 e 26 anos. Além do HPV, existem algumas infecções virais que também podem estar relacionadas ao aparecimento do câncer. A hepatite B e C, por exemplo, podem desenvolver o câncer de fígado. Já o HIV pode ser responsável por tumores hematológicos como linfoma.

 

 

Exposição Solar: Os jovens estão acostumados a se prevenirem contra o sol quando vão para a praia no verão. Porém, a exposição solar vai muito além, pois para pessoas que costumam ficar expostas aos raios solares, é preciso reforçar o uso do protetor diariamente, principalmente no rosto. Se a exposição for maior, como na praia ou piscina, por exemplo, é importante abusar do protetor no corpo todo, usar chapéus e evitar horários em que a incidência solar esteja mais forte. Em geral, as pessoas costumam relacionar os casos de câncer de pele exclusivamente ao melanoma, mas 95% dos casos de tumores cutâneos identificados no Brasil são classificados como não melanoma, um índice que está diretamente relacionado à constante exposição à radiação ultravioleta (UV) do sol.

 

 

Sobre o CPO

Fundado há mais de três décadas pelos oncologistas clínicos Sergio Simon e Rene Gansl, o Centro Paulista de Oncologia CPO - Grupo Oncoclínicas, oferece cuidado integral e individualizado ao paciente oncológico. Com um corpo clínico com mais de 50 oncologistas e hematologistas e uma capacitada equipe multiprofissional com psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos, enfermeiros e reflexologistas. Oferece consultas médicas oncológicas e hematológicas, aplicação ambulatorial de quimioterápicos, imunobiológicos e medicamentos de suporte, assistência multidisciplinar ambulatorial, além de um serviço de apoio telefônico aos pacientes 24 horas por dia e acompanhamento médico durante internações hospitalares.

O CPO possui a acreditação em nível III pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e a Acreditação Canadense Diamante (Accreditation Canada), do Canadian Council on Health Services Accreditation, o que confere ao serviço os certificados de "excelência em gestão e assistência" e qualifica a instituição no exercício das melhores práticas da medicina de acordo com os padrões internacionais de avaliação. A instituição possui uma parceria internacional com o Dana Farber Institute / Harvard Cancer Center, que garante a possibilidade de intercâmbio de informações entre os especialistas brasileiros e americanos, bem como discussão de casos clínicos. Além disso, ainda, proporciona a educação médica continuada do corpo clínico do CPO, com aulas, intercâmbios e eventos com novidades em estudos e avanços no tratamento da doença. Atualmente o CPO possui duas unidades de atendimento em São Paulo, nos bairros de Higienópolis e Vila Olímpia.

Sobre o grupo oncoclínicas

Fundado em 2010, é o maior grupo especializado no tratamento do câncer na América Latina. Possui atuação em oncologia, radioterapia e hematologia em 10 estados brasileiros. Atualmente, conta com mais de 43 unidades entre clínicas e parcerias hospitalares, que oferecem tratamento individualizado, baseado na melhor prática clínica.

Prefeitura desmente boatos sobre concurso público divulgado em rede social

Informação é falsa e não passa de boato

     A Prefeitura de Barra Mansa, por meio da Secretaria de Administração, vem a público esclarecer que as informações divulgadas em uma rede social acerca da realização de concurso público para suprir as necessidades de professores na Secretaria de Educação não são verdadeiras.

     Por enquanto, não está previsto nenhum concurso para o município, visto que o último certame realizado em 2016, não foi homologado, já que não existe legalidade para o ato, haja vista o processo administrativo para contratação da empresa BioRio, responsável pela organização do concurso não existir.

     A veracidade de publicações oficiais da prefeitura pode ser verificada no portal da transparência, no endereço eletrônico www.barramansa.rj.gov.br/transparencia.

 

Por um transporte coletivo melhor!

Volta Redonda reformula legislação sobre transporte coletivo; Lei reformula código de multas e sanções

     A melhoria contínua do conforto e da qualidade no transporte coletivo de passageiros em Volta Redonda segue como uma das prioridades do Governo Municipal. Além do início da renovação da frota e das vistorias semestrais, o prefeito Samuca Silva sancionou no último dia 4 a Lei 5448/2018, que entrou em vigor no dia 11, quando foi publicada. A legislação trata do código de multas e sanções para esse tipo de transporte, substituindo a deliberação 98 de 1966.

 

     “Os valores da deliberação eram muito defasados e não cumpriam o papel educativo. Queremos reduzir o índice de reclamações e oferecer um transporte melhor à população”, comentou Samuca Silva.

<<<<<<  CLIQUE E CONFIRA  AS  250  VAGAS  DE  EMPREGO  DISPONÍVEIS  EM  RESENDE 

     Indicada pela secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito, a nova legislação criou também um dispositivo para calcular o valor das multas com base na ufivre. O objetivo é que esses valores sempre se mantenham atualizados.

     “Antes, por exemplo, a multa por não parar em um ponto de ônibus era de R$ 14,80 e agora passa para R$ 258,30. Um veículo em más condições de conservação antes era multado em R$ 50,38 e agora a multa será de R$ 1.104,00”, explica o secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva.

     A STMU indicou, e o prefeito remeteu a câmara de vereadores, que aprovou e ele sancionou em 4 de janeiro a Lei 5448/2018. Esta lei substitui a deliberação 98 de 1966 assinado pelo Sávio Gama e trata do código de multas e sanções de transporte coletivo em Volta Redonda, que tinha valores muito defasados e não cumpriam o papel educativo.

Confira 250 vagas de emprego em cidade da região

Vagas para 57 funções diferentes ao logo desta semana; município foi o maior gerador de empregos em 2017

     Mais uma boa notícia aos que desejam ingressar no mercado de trabalho em Resende. A cidade que mais gerou empregos em todo o estado, em 2017, abriu mais 250 postos de trabalho esta semana. Ao todo, são oportunidades para 57 tipos diferentes de funções, ampliando as possibilidades para múltiplos perfis profissionais.

 

Foto: Carina Rocha PMR

     Para participar do processo seletivo é muito simples. O primeiro passo é realizar um cadastro na unidade, localizado na Rua Gulhot Rodrigues, 275, bairro Comercial, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. Basta levar identidade, CPF, carteira de trabalho, comprovante de residência, número do PIS e um currículo atualizado.

     - Através das intermediações realizadas pelo SINE Resende, aproximamos os empregadores dos candidatos mais adequados às vagas. É um trabalho muito gratificante, que tem gerado grandes resultados ao município, sendo o melhor colocado no estado fluminense, de acordo com o próprio Ministério do Trabalho – explica a secretária de Assistência Social, Jéssica Pavone.

     Ao longo do ano passado, a Prefeitura de Resende ampliou toda a estrutura física do SINE, que ganhou novos funcionários e um programa muito elogiado por empresários e pela população: o SINE Itinerante, que percorre as comunidades realizando cadastramento de currículos.

     A unidade de Resende intermediou em 2017 mais de 1000 vagas de trabalho. No local, a população também pode realizar solicitações sobre seguro-desemprego, solicitar emissão da Carteira de Trabalho, além de orientações sobre como elaborar e montar um currículo.

As vagas disponíveis até o dia 19 de janeiro são para as seguintes funções

Assistente de Faturista

Borracheiro

Cabeleireira

Confeiteiro

Cozinheiro

Diarista

Depiladora

Designer de sobrancelhas

Farmacêutico

Fonoaudiólogo

Funileiro de automóveis

Encarregado de Manutenção de vias públicas

Gerente de Loja

  

Maquiadora

Manicure

Motorista (CNH B)

Motorista (CNH E) carga divisível

Mecânico de Manutenção Industrial

Nutricionista

Oficial Gráfico (máquina offset)

Operador de monitoramento

Operador de vendas de empréstimos

Padeiro

Polidor de Automóveis

Supervisor de loja

Supervisor de vendas (crédito)

 

Apoio a Gerência

Auxiliar de almoxarifado

Auxiliar de cadastro

Auxiliar de cozinha

Auxiliar de CPD

Auxiliar de depósito

Auxiliar de manutenção

Auxiliar de Recebimento de Mercadoria

Cartazista

Conferente de depósito

Conferente de mercadoria

Cozinheiro

Empacotador

Estoquista

Fiscal de loja

Líder de depósito

Líder de perecíveis

Líder de frente de caixa

Líder de hortifruti

Líder de Loja

Nutricionista

Operadora de caixa

Operador de empilhadeira

Téc. de Manutenção (elétrica/ hidráulica)

Repositor de hortifrút,

Repositor de frios

Repositor de loja

Garçom

Garçonete

Auxiliar de cozinha

Atendente de balcão

 

 

Por um transporte coletivo melhor!

Volta Redonda reformula legislação sobre transporte coletivo; Lei reformula código de multas e sanções

     A melhoria contínua do conforto e da qualidade no transporte coletivo de passageiros em Volta Redonda segue como uma das prioridades do Governo Municipal. Além do início da renovação da frota e das vistorias semestrais, o prefeito Samuca Silva sancionou no último dia 4 a Lei 5448/2018, que entrou em vigor no dia 11, quando foi publicada. A legislação trata do código de multas e sanções para esse tipo de transporte, substituindo a deliberação 98 de 1966.

 

     “Os valores da deliberação eram muito defasados e não cumpriam o papel educativo. Queremos reduzir o índice de reclamações e oferecer um transporte melhor à população”, comentou Samuca Silva.

<<<<<<  CLIQUE E CONFIRA  AS  250  VAGAS  DE  EMPREGO  DISPONÍVEIS  EM  RESENDE 

     Indicada pela secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito, a nova legislação criou também um dispositivo para calcular o valor das multas com base na ufivre. O objetivo é que esses valores sempre se mantenham atualizados.

     “Antes, por exemplo, a multa por não parar em um ponto de ônibus era de R$ 14,80 e agora passa para R$ 258,30. Um veículo em más condições de conservação antes era multado em R$ 50,38 e agora a multa será de R$ 1.104,00”, explica o secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva.

     A STMU indicou, e o prefeito remeteu a câmara de vereadores, que aprovou e ele sancionou em 4 de janeiro a Lei 5448/2018. Esta lei substitui a deliberação 98 de 1966 assinado pelo Sávio Gama e trata do código de multas e sanções de transporte coletivo em Volta Redonda, que tinha valores muito defasados e não cumpriam o papel educativo.

Inscrições abertas para a Corrida das Cidades

 

Atletas podem se inscrever até 13 de outubro, nas unidades SESI do Sul do estado

     Estão abertas as inscrições para a 3ª etapa da Corrida das Cidades, que será realizada dia 22 de outubro, em Barra Mansa. As inscrições podem ser feitas até o dia 13 de outubro nas unidades SESI de Volta Redonda, Barra Mansa, Barra do Piraí, Resende e Três Rios.

 

 

     As inscrições são limitadas a 400 participantes. Os atletas serão divididos em categorias feminino e masculino, de acordo com a faixa etária (18 a 29 anos, 30 a 39 anos, 40 a 49 anos ou acima de 50 anos) e distância percorrida (5 ou 10 km). A taxa de inscrição é de R$ 25 para sócios da área de lazer do SESI e R$ 35 para não-sócios.

     Todos os inscritos receberão uma camisa especial do evento e uma medalha. A cronometragem será eletrônica, através de chips nos tênis dos participantes. Serão premiados os três primeiros melhores colocados de cada categoria. A corrida terá duração máxima de 120 minutos — após este tempo, não haverá classificação. As próximas etapas da vão acontecer em Três Rios (19/11) e Resende (17/12).

Visitantes on-line

Temos agora 381 visitantes on-line

Estatísticas

Acessos
993574

Login do cliente

Área do cliente

area-do-cliente

logo-guiasulfluminense

Cron Job Iniciado