Alunos com restrições nutricionais terão complemento e adaptações em kits alimentícios distribuídos em Resende

Alunos com restrições nutricionais terão complemento e adaptações em kits alimentícios distribuídos em Resende

Diabetes, alergias, intolerância a lactose são exemplos de restrições dos estudantes que serão contemplados com o complemento

 

Cerca de 600 toneladas de alimentos já foram entregues para famílias dos 14 mil alunos matriculados na Rede Municipal de Educação de Resende, por conta da suspensão das aulas durante a pandemia do novo coronavírus. A entrega feita pela Prefeitura, no entanto, terá uma adaptação importante a partir de agora, voltada para alunos com restrições nutricionais.

 

A Secretária Municipal de Educação, Rose Fresh, esclareceu que o reforço será direcionado a alunos da rede com laudo atestando a restrição nutricional devido a problemas de saúde. Com isso, a novidade atenderá alunos com diabetes, alergia a leite, alergia a ovos, intolerância a lactose, doença celíaca ou sensibilidade ao glúten.

 

Através de um levantamento feito pela secretaria, 65 alunos se encaixam nas condições especificadas e receberão o reforço nesta quinta-feira. Entre os itens entregues estão alimentos como: adoçante e produtos diet, para os alunos que têm diabetes, macarrão e biscoitos sem glúten, para alunos com restrição ao glúten, macarrão sem ovos, para alunos com alergia, a ovo, alimentos isentos de leite, para os alunos alérgicos à proteína do mesmo e produtos sem lactose, para alunos intolerantes ao açúcar do leite.

 

- Logo no início da pandemia, a gestão municipal não mediu esforços e não pensou duas vezes antes de disponibilizar os kits alimentícios e não desamparar os alunos que ficaram sem a valiosa alimentação feita no período escolar. Agora, aprimorando ainda mais esta medida, foram identificados os alunos com necessidades específicas e a gestão municipal, atenta e preocupada com a nutrição dos alunos, tratou de complementar os kits com os alimentos adequados – destacou o prefeito Diogo Balieiro Diniz.

 

Como vem acontecendo durante todas as etapas de entregas dos kits alimentícios, os responsáveis pelos alunos com necessidades específicas na alimentação foram informados e a entrega foi feita na unidade escolar, de forma organizada.

 

Implementação da entrega de kits alimentícios

Até o momento, a Prefeitura de Resende entregou três remessas de kits alimentícios, nos meses de abril, maio e junho. Neste processo, todas 64 unidades educacionais do município foram contempladas, incluindo escolas, creches, centros e programas, tanto da zona urbana quanto da zona rural. A medida seguirá até que as aulas voltem à normalidade. Também é válido lembrar que a entrega acontece de forma estruturada e organizada, sem que sejam formadas aglomerações nas unidades.

 

Leia também: