Prefeitura de Barra Mansa se reúne com entidades comerciais para ampliar medidas de combate à Covid-19

Prefeitura de Barra Mansa se reúne com entidades comerciais para ampliar medidas de combate à Covid 19

Entre as iniciativas estão a conscientização da população e a reestruturação de medidas já implantadas no município

 

Representantes da Prefeitura de Barra Mansa e de entidades comerciais se reuniram na tarde desta sexta-feira (17), no gabinete do chefe do Executivo, para analisar e debater ações pontuais para o combate à Covid-19. Entre as atividades estão o aumento na conscientização da população e a reestruturação de medidas já implantadas no município. 

 

Participaram da reunião a prefeita interina Fátima Lima, os secretários de Saúde, Sérgio Gomes, de Planejamento Urbano, Eros dos Santos, de Meio Ambiente, Vinícius Azevedo, e de Habitação, Alberto Carneiro, os presidentes da Associação Comercial Industrial e Agro Pastoril (Aciap), Bruno Paciello, da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Leonardo dos Santos, do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Codec), Arivaldo Corrêa Mattos, do Sindicato do Comércio Varejista (Sicomércio), Hugo Tavares Nascimento, e do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, Alexandre Magno.

 

As entidades comerciais reafirmaram o compromisso em fortalecer o cumprimento das regras determinadas pelo município, como o espaçamento social, o uso de máscara facial e a disponibilização de álcool gel 70%.

 

O objetivo do encontro é achar um caminho seguro para que a economia do município e as normas sanitárias de prevenção à doença possam coexistir, de forma a manter o comércio funcionando, sem que isto interfira no controle dos níveis da doença e sempre respeitando as definições do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado pela prefeitura.

 

A prefeita interina Fátima Lima reiterou o compromisso da Prefeitura de Barra Mansa no combate à doença. “Estamos nos reestruturando devido à nova realidade da doença. A prefeitura continua agindo para manter os números dentro da normalidade, impedindo a paralisação das atividades do município”, concluiu.

Leia também: