Nasf-BM e UBM realizam live alertando os riscos da hipertensão arterial na população negra

Nasf BM e UBM realizam live alertando os riscos da hipertensão arterial na população negra

Durante a semana, também foram discutidos os impactos de outras doenças em populações de etnias diferentes

 

Nesta quarta-feira (24), o Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf), em parceria com o Centro Universitário de Barra Mansa (UBM), promoveu uma live com o tema ‘População Negra: Hipertensão Arterial’. O debate aconteceu na tarde de ontem, através do Facebook da instituição de ensino.

 

O objetivo desta ação foi trazer um melhor entendimento sobre as doenças de maior incidência e prevalência nas etnias existentes no país. A palestra foi ministrada pela doutora Célia Ferreira e a professora Priscila de Oliveira Januário.

 

A Coordenadora do Nasf-BM, Maiara Maia, ressaltou a importância de abordar o tema proposto no fórum. “É muito importante discutir sobre saúde em um país tão miscigenado como o nosso, que possui características de adoecimento diferentes de cada etnia”, informou Maiara.

 

De acordo com o Coordenador de Ações Sociais na Diretoria de Extensão do UBM, Jocélio Maciel, o fórum foi idealizado para alertar problemas de saúde de todas as etnias. “Nós não idealizamos esse fórum só para abordar sobre uma etnia específica, mas também para alertar sobre os diferentes problemas de saúde que todas as populações étnico-raciais enfrentam”, relatou Jocélio, que também anunciou que haverá outro fórum de saúde-etnia em breve.

 

Leia também: