Com estoque para uma semana, Hemonúcleo-BM solicita doação voluntária de sangue

Com estoque para uma semana, Hemonúcleo-BM solicita doação voluntária de sangue

Por conta do novo coronavírus unidade suspendeu as campanhas de doação, mas prossegue com coletas voluntárias

 

O Hemonúcleo de Barra Mansa informou nesta quinta-feira (19) que se encontra em fase de atenção diante da pandemia do coronavírus. Alertou que nos últimos dias, a doações de sangue voluntárias tiveram queda em torno de 60% e que a unidade tem bolsas de sangue suficientes para atender as demandas dos próximos sete dias. 

 

O coordenador do órgão, Sérgio Murilo Conti, destacou que o Hemonúcleo suspendeu as campanhas de doação para evitar a aglomeração de pessoas, mas continua realizando a coleta de sangue dos doadores voluntários de segunda a sexta-feira, das 7 às 11 hs. “Estamos solicitando as pessoas que façam a doação e na sequência retornem às suas casas”. 

 

Para doar é necessário estar alimentado, ter entre 16 e 55 anos e pesar acima de 50kg. É necessário apresentar documento oficial com foto. Além disso, os voluntários devem ter dormido pelo menos seis horas antes da coleta. Exercício físico e álcool são proibidos nas 12 horas anteriores. Fumantes devem evitar o cigarro até duas horas antes da doação. É recomendável ainda que o voluntário não tenha feito tatuagem, piercing ou maquiagem definitiva no período de 12 meses. 

 

As doações estão sendo realizados com algumas alterações especiais. São elas:

- A equipe técnica do Hemonúcleo está atenta para a manutenção do local de triagem, coleta e lanche devidamente higienizado;

- Foi disponibilizado álcool gel, água e sabão na recepção do local e todo o trajeto dos candidatos a doação;

- Os candidatos a doação estão sendo orientados a manter distância mínima de outras pessoas, de pelo menos um metro, e a evitar apertos de mãos e abraços;

- O ambiente, embora climatizado, está passando constantemente pelo processo de renovação do ar;

- Doadores de sangue que apresentam quadro viral ou gripal só podem doar sangue sete dias após a sua completa recuperação de saúde;

- Pessoas que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de regiões com casos confirmados de infecções pelo vírus estão inaptos a doação pelo período de 30 dias após a sua recuperação. O mesmo procedimento vale para quem manteve contato, nos últimos 30 dias, com pacientes com diagnostico clínico e/ou laboratorial ou infecção pelo Covid-19;

- Doadores que tiveram diagnóstico positivo para doença estão inaptos apara a doação de sangue por 90 dias após a sua plena recuperação;

- O Hemonúcleo também está orientando que caso surjam sintomas de corona vírus após a doação, que a unidade seja comunicada através do telefone (24) 3323-1918. 

 

Sergio Murilo concluiu, alertando que não foi evidenciado cientificamente risco de transmissão de corona vírus através de doação e transfusão de sangue. 

 

Foto: Arquivo CCS

 

Leia também: