Prefeitura e Santa Casa de Barra Mansa realizam campanha Janeiro Branco

Prefeitura e Santa Casa de Barra Mansa realizam campanha Janeiro Branco

Ação aconteceu na manhã desta terça-feira, dia 28, na entrada principal da unidade médica

 

Visando cumprir o principal objetivo da campanha Janeiro Branco, que estimula o cuidado e o bem-estar mental, a Prefeitura e a Santa Casa de Misericórdia de Barra Mansa realizaram a ação nesta terça-feira (28), na entrada principal da unidade. Psicólogos, assistentes sociais e coordenadores dos órgãos que atuam nessa área participaram da iniciativa abordando os pacientes e os que passavam pela via, levando informações e incentivando o acompanhamento psicológico.

 

Durante todo mês, diversas ações foram realizadas no município. Todos os Postos de Saúde da Família (PSF), a Santa Casa e o Hospital da Mulher, receberam informações na sala de espera, que culminou em um retorno satisfatório. Nesta campanha participou também o Grupo do Abraço.

 

A coordenadora do Núcleo de Apoio a Saúde da Família de Barra Mansa (Nasf), Mayara Maia, falou sobre a importância de levar às pessoas informações sobre os objetivos da campanha. “Nos dias de hoje a correria e a falta de tempo são situações que fazem parte do nosso dia-a-dia. Por isso a importância de levar ao máximo de pessoas possíveis informações sobre como se cuidar, assim como informar que estamos aqui trabalhando para que nossos números de pacientes sejam sempre reduzidos”, informou a coordenadora.

 

Para a psicóloga Cristiane Paschoeto, que estava acompanhada das profissionais Tatiane Soares e Stephane Landim, as Salas de Espera nas unidades de saúde baseou-se em acompanhar e observar o comportamento dos usuários dos serviços da rede. “Essa atividade permite que nós apresentemos as doenças ligadas à saúde mental e esclarecer a função do psicólogo no auxílio do tratamento. De uns anos para cá houve um aumento significativo de pacientes, principalmente com depressão e ansiedade. Hoje a rede realiza cerca de 300 consultas mensais”, esclareceu Cristiane.  

 

A assistente social da Santa Casa, Sabrina Valente, frisou a importância da parceria com a prefeitura em abranger a campanha para um número maior de pessoas. “A gente entende que problemas relacionados à saúde mental vêm tendo um aumento significativo, então resolvemos unir forças para informar de forma esclarecedora que existem métodos para o tratamento e prevenção. As ações que já aconteceram neste ano foram muito proveitosas, esperamos que as próximas também sejam”, celebrou a assistente social.

 

A professora aposentada Maria de Fátima Silva, 66 anos, moradora do Ano Bom, passou pelo local e afirmou que a ação é muito importante, pois grande parte da população idosa sofre com depressão e ansiedade. “Parabéns a iniciativa. Falar sobre saúde mental é algo que tem que ser feito sempre, conheço muitas pessoas que ao envelhecerem e, pelo fato de ficarem mais ociosas, adoeceram. Temos que mostrar que tem como sair dessa condição e que existem pessoas que trabalham para isso”, expressou.    

 

As próximas ações, que marcarão o encerramento da campanha, estão previstas para acontecerem nesta quarta-feira, 29. Será um encontro com os familiares que estão em tratamento mental, no auditório da Santa Casa. Já na quinta-feira, 30, na Praça da Igreja Matriz de São Sebastião, Centro, entre 9 e 12h, haverá outra ação na praça.

Leia também: