Volta Redonda promove encontros com agentes culturais para planejar aplicação dos recursos da Lei Aldir Blanc

Volta Redonda promove encontros com agentes culturais para planejar aplicação dos recursos da Lei Aldir Blanc

Representantes da Secretaria de Cultura e do Conselho de Políticas Culturais estarão nesta quarta-feira, dia 12, no bairro Volta Grande III

 

A Secretaria de Cultura de Volta Redonda (SMC), juntamente com o Conselho de Políticas Culturais do município, iniciam nesta semana uma série de reuniões nos bairros da cidade para conversar com artistas e representantes de instituições ligadas à cultura. O objetivo dos encontros é divulgar o cadastramento necessário para participar dos editais que darão direito ao auxílio emergencial previsto para o setor na Lei Aldir Blanc, além de ouvir sugestões para a construção democrática dos editais que definem a utilização deste recurso federal.

 

O primeiro encontro está marcado para esta quarta-feira, dia 12, na sede da Associação de Moradores do bairro Volta Grande III, às 18h. Estão convidados aqueles que desenvolvem qualquer atividade artística, dança, teatro, poesia, música, artes plásticas, fotografia; ou que participam de grupos de cultura popular como jongo, capoeira e Folia de Reis; e ainda que fazem trabalho de produção, locação de equipamento ou estrutura, que também podem se cadastrar. Têm direito ao auxílio previsto na Lei Aldir Blanc os agentes culturais que tiveram suas atividades interrompidas por conta da pandemia da Covid-19.

 

De acordo com a secretária de Cultura, Aline Ribeiro, o cadastramento garante ao agente cultural a oportunidade de participar dos editais, que são exclusivos para moradores de Volta Redonda. “Queremos atender o máximo de artistas possível. Para isso, vamos promover esses encontros nos bairros e ofertamos a oportunidade de se cadastrar pela Internet, pelo telefone e presencialmente, com agendamento de horário pelo telefone”, explicou Aline, pedindo que os artistas deem preferência ao cadastramento digital pelo endereço bit.ly/culturavr. t, informou a secretária.

 

O cadastramento será muito importante para o mapeamento cultural de Volta Redonda e servirá como banco de dados para acessar os recursos da Lei Aldir Blanc, já que só os cadastrados podem ser contemplados. Por isso, a importância em comparecer às reuniões nos bairros, que também será um momento de escuta para elaboração dos editais em conjunto com os artistas para que ajudem a definir a melhor maneira de utilizar os recursos. Também já estão programados encontros para esta quinta-feira, dia 13, às 15h, na quadra poliesportiva na entrada do Vila Rica/Tiradentes; e às 18h, na Praça Namem Cury, na Vila Mury.

 

Secom/VR

 

Leia também: