Obras de contenção no Córrego Secades são iniciadas em Volta Redonda

Obras de contenção no Córrego Secades são iniciadas em Volta Redonda

Lateral do córrego desmoronou com as fortes chuvas de abril

 

A prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI), deu início nesta terça-feira, dia 14, às obras do muro de contenção do Córrego Secades, no bairro 209. As laterais do córrego cederam, por conta das fortes chuvas que atingiram a cidade em abril. O secretário de Infraestrutura, Toninho Oreste, explicou que essa é uma obra emergencial para realizar a recomposição das partes que caíram.

 

 

“Com a forte chuva do dia 7 de abril, as laterais do córrego desmoronaram. Nós estamos fazendo esse trabalho emergencial a pedido do prefeito Samuca Silva, para mitigar os transtornos, e liberar os acessos à via. Em paralelo está sendo realizado um projeto para resolver o problema definitivamente”, explicou Toninho.

 

De acordo com a SMI, essa é uma obra de grande complexidade, mas a previsão é que dentro de 45 dias a via já esteja estabilizada e liberada. E toda a obra tem previsão de término de 90 dias.

 

Obras de contenção no Córrego Secades são iniciadas em Volta Redonda

 

A Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana (STMU) e a Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR) estarão acompanhando todas as etapas da obra, auxiliando na organização e segurança do trânsito.

 

A doméstica Marlene dos Santos, de 42 anos, trabalha nas proximidades e disse que o início das obras é um alívio. “Eu sei que o que aconteceu aqui foi uma consequência das chuvas de verão. Mas está sendo muito preocupante ver a situação do córrego. Estou aliviada de a prefeitura ter começado as obras. Tomara que corra tudo bem e dentro do esperado”, disse Marlene.

 

Obras de contenção no Córrego Secades são iniciadas em Volta Redonda

 

Para o prefeito Samuca Silva é importante a compreensão da população nesse momento. “É uma obra de grande porte, e provável que em alguns momentos nós precisaremos fazer o fechamento das vias. Mas estamos nos esforçando para que essa obra, que é muito importante, tenha o mínimo de impacto possível na vida de quem mora ou passa por aqui”, afirmou o prefeito.

 

Por Ana Maria Mansur, com fotos de Evandro Freitas - Secom-VR

 

Leia também: