Notícias - Barra Mansa

Durante encontro foram debatidos o projeto de eficiência energética, investimento na iluminação pública e o cadastro de famílias na Tarifa Social de Energia Elétrica

A Prefeitura de Barra Mansa e a concessionária de energia elétrica Light se reuniram na manhã desta terça-feira (11) para definir ações de melhorias e investimento na iluminação pública, assim como alinhar a implantação do programa Tarifa Social da Energia Elétrica no município.

Participaram do encontro o procurador-geral do município, César Catapreta, e os secretários de Finanças, Leonardo Ramos, de Manutenção Urbana, José Luiz Vanelli, o Leiteiro, e de Assistência Social e Direitos Humanos, J. Chagas.

Entre os assuntos abordados está o projeto de eficiência energética do município, que havia sido suspenso pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), sendo retomado pela prefeitura em abril deste ano. A iniciativa visa substituir 1.699 lâmpadas comuns por um modelo mais moderno, de LED. A mudança será realizada através de uma parceria com a Light, como contrapartida da concessionária após a renegociação de dívidas antigas do município.

O secretário de Finanças Leonardo Ramos falou sobre o impacto que essas ações trarão para Barra Mansa. “A economia será muito grande, uma vez que vamos modernizar os pontos de luz com 1.699 lâmpadas de LED. Isso trará redução nos gastos, mais segurança à população e abrangência da iluminação pública”.

Durante a reunião, foi levantada a necessidade de otimizar os gastos gerados pela iluminação pública, visto que alguns pontos de luz da cidade estão funcionando 24 horas. Equipes da prefeitura e da Light já vêm realizando um levantamento destes locais para que o problema seja resolvido. O objetivo é gerar economia aos cofres públicos.

O secretário de Manutenção Urbana, José Luiz Vanelli, o Leiteiro, pontuou a necessidade de minimizar o consumo gerado pela iluminação pública. “Estamos tentando eliminar os pontos de iluminação pública que ficam ligados 24 horas por dia, pois isso gera um custo para o município que nós não concordamos em pagar. Estamos corrigindo esse problema para que essa conta não esteja no dia a dia do município”.

Outra boa notícia é a implantação da Tarifa Social da Energia Elétrica para famílias de baixa renda. O benefício, criado pelo Governo Federal, garante desconto na conta de energia, conforme o consumo gerado, podendo variar de 10% a 65% de desconto.

Podem receber o benefício famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa, como também aquelas com renda mensal de até três salários mínimos, que tenha portador de doença ou deficiência, cujo tratamento necessite do uso contínuo de equipamentos ligados à energia (cliente com risco à vida). Também faz parte do grupo quem recebe o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC.

De acordo com o secretário de Assistência Social, J. Chagas, o benefício fará a diferença nas famílias atendidas pelos programas sociais. “Devido à essa situação que estamos vivendo, uma pandemia, esse auxílio virá em um bom momento. Qualquer economia que essas famílias puderem realizar, será muito bom. A economia gerada é grande, podendo chegar a 60% de desconto, que para o contribuinte faz toda a diferença”.

Share
 
Rua Pedro Maria Neto, 17/101 - Aterrado - 27.215-590 - Volta Redonda - RJ
Todos os direitos reservados - 2021
Guia Comercial Sul Fluminense
© 2009 / 2021 Guia Sul Fluminense - Desenvolvido por ABCMIX - 2021