Guia comercial e classificados on-line.

Durante evento, Cohab sorteou escolha de 96 apartamentos no Jardim Cidade do Aço e confirmou que município receberá empreendimento no São Luiz

      Nesta quarta-feira, 11, a prefeitura de Volta Redonda realizou o sorteio para 96 famílias visando as escolhas dos apartamentos que vão morar no Residencial Girassol, no bairro Jardim Cidade do Aço, do programa Minha Casa, Minha Vida. Durante o evento, ainda houve a confirmação de que o município receberá mais um empreendimento do ‘Minha Casa, Minha Vida’, que vai contar com 176 apartamentos, no bairro São Luiz.

 

Foto: Evandro Freitas

     Um dos primeiros moradores a ser sorteado para escolher o apartamento, Adenir Gonçalves de Faria, de 71 anos, ficou emocionado. “É o melhor sentimento possível. Sempre tive vontade de ter minha casa própria, o meu cantinho. E agora eu vou ter esse cantinho. Antes, morava de favor com familiares”, disse Adenir.

     Quem também estava animada com a casa nova, era Marluce Ferreira Lima, de 49 anos, que é cadeirante e elogiou bastante a qualidade do apartamento. “Eu fui lá conhecer e é muito bom. O apartamento é equipado, tem acessibilidade muito boa. Eu e minha família estamos muito empolgados”, disse Marluce.

     O sorteio, que contou com a presença das famílias beneficiadas pelo programa, aconteceu no teatro do Colégio João XXIII, no bairro Retiro. O evento começou com um discurso do vice-prefeito e secretário municipal de Ação Comunitária, Maycon Abrantes. “Hoje é um dia muito feliz. Quero agradecer a Cohab e a Caixa Econômica Federal também pela parceria. O empreendimento que vamos entregar era para ser o primeiro de Volta Redonda, mas as obras ficaram paradas durante cinco anos”, disse Maycon, ressaltando que as obras foram retomadas em janeiro. O valor total do empreendimento é de R$ 9 milhões.

     “Estamos trabalhando de manhã, de tarde e a noite para melhorar a vida da população. Estamos avançando. Só essa semana tivemos muitas novidades, como a empresa de Call Center que deve gerar mais de mil empregos”, disse o vice-prefeito.

 

Vistoria 

 

    O diretor-presidente da Companhia de Habitação de Volta Redonda (Cohab), Fernando Rabello, destacou que os moradores fizeram uma visita técnica ao empreendimento na segunda-feira, dia 9. “Agora, na próxima segunda, dia 16, vocês vão voltar ao residencial para fazer dessa vez a vistoria nos apartamentos de vocês. A construtora irá acompanhar, para saber se está tudo certo”, comentou, ressaltando que será feito, com a ajuda dos moradores, um relatório onde será atestado a qualidade dos apartamentos.

     Depois da escolha dos apartamentos, segundo Fernando Rabello, só restam duas etapas para que os moradores possam enfim mudar para o Residencial Girassol. “Será marcado agora para que vocês assinem o contrato de compra e venda com a Caixa Econômica Federal e depois o Governo Federal marcará uma data para a entrega das chaves”, informou o diretor-presidente da Cohab.

 

‘Minha Casa, Minha Vida’ será no São Luiz

 

     De acordo com o diretor-presidente Cohab, Fernando Rabello, o contrato para o novo empreendimento, que terá 176 apartamentos, será assinado nos próximos dias. “Serão mais de 17 milhões investidos pelo Governo Federal nesse novo prédio, que ficará no loteamento São Sebastião, no bairro São Luiz”, destacou Fernando, ressaltando que quem quiser concorrer a uma dessas unidades deve fazer o Cadastro Imobiliário, no site da Cohab (voltarredonde.rj.gov.br). “Assim que as obras começarem, o prazo para terminar é de um ano e seis meses”,completou.

     Segundo o prefeito Samuca Silva, o projeto do Minha Casa, Minha Vida no loteamento São Sebastião é uma parceria da prefeitura com o Governo Federal. “Nós estamos doando o terreno para que seja construído o empreendimento. Isso mostra que estamos avançando na área de habitação. Serão 176 famílias beneficiadas, que terão uma melhora na qualidade de vida, uma casa própria”, comemorou Samuca.

 

 

"Choque de Ordem” contra bares irregulares é reforçado pela Secretaria de Ordem Pública 

     

     Estabelecimentos causadores de desordem e que estão descumprindo as leis do município receberam ações de fiscalização da Secretaria de Ordem Pública de Barra Mansa, através da Gerência de Fiscalização de Posturas com apoio da Guarda Municipal. Acontecendo há mais de 40 dias, a operação “Choque de Ordem” está sendo intensificada depois de novas denúncias de moradores e do Ministério Público Estadual - que determinou que as ações sejam eficazes para o cumprimento da lei. Som alto, ocupação irregular de espaço público (calçadas), aglomeração desordenada de pessoas, veículos estacionados em passeio público e com som alto, realização de eventos sem prévia autorização e sem documentação regular de alvará de funcionamento e ausência certificado do Corpo de Bombeiros estão entre as principais irregularidades.

Mesmo após notificação por parte da Fiscalização de Posturas, estabelecimentos descumprem lei e perturbam sossego público;

proprietários podem ser multados entre R$ 282,48 e R$ 564,96 e, até mesmo, ter seus comércios interditados - Foto: Reprodução da Internet

    

     Foram notificados diversos estabelecimentos comerciais, principalmente bares, nos bairros Cotiara, Roberto Silveira, Centro, Boa Vista I e II, Vista Alegre, Boa Sorte e Ano Bom. No caso do Ano Bom, o bairro possui uma grande quantidade de bares na Rua Orlando Brandão.

     De acordo com o Gerente da Fiscalização de Posturas, Aliandre Martins, a secretaria de Ordem Pública está desde o início do ano promovendo reuniões mensais com comerciantes de toda cidade para orientá-los sobre a regularização de seus estabelecimentos. “Mesmo após várias reuniões e encontros com os donos dos bares para que se regularizem, muitos ainda estão desrespeitando a lei e perturbando o sossego público com som e ocupação irregular das calçadas com mesas e cadeiras”, afirmou.

     Segundo ele, os comerciantes que descumprirem as notificações estarão sujeitos à multa e, até mesmo, interdição do comércio. “Nossa intenção não é prejudicar ninguém, mas fazer a lei ser cumprida. Todos os estabelecimentos estão sendo orientados, monitorados e notificados, antes de ocorrer à autuação e possível interdição”, declarou Martins.

     Para o gerente de Posturas, é claro e notório que todos estes comerciantes que estão promovendo eventos, não estão respeitando as leis. “E mais: não estão usando o bom senso, não estão respeitando a vizinhança e moradores no entorno, pessoas que podem estar acamadas em casa ou que buscam descanso”, concluiu.

 

TRANSTORNOS NO ANO BOM

 

     No último fim de semana, alguns estabelecimentos causaram transtornos aos moradores no bairro Ano Bom. Segundo o comandante Joel Valcir, a Guarda Municipal recebeu uma denúncia por parte dos moradores devido a irregularidades como som alto e carro estacionado na calçada. “Foi iniciada uma ronda pelos bairros com a Polícia Militar e Fiscalização de Posturas. Durante a verificação do ocorrido, o motorista foi notificado”, afirmou. A Guarda Municipal ainda orientou os motoristas para que não estacionem em passeios e calçadas, evitando assim a desordem pública.

     A ronda é constituída por duas viaturas da Guarda Municipal, uma da Fiscalização de Posturas e um veículo da Polícia Militar, além de um reboque. “A Polícia Civil também tem ciência das ocorrências para que sejam dadas prioridades no atendimento e solucionar o problema”, finalizou o comandante.

 

ESTABELECIMENTOS INTERDITADOS

 

     De acordo com lei municipal nº 1415/77 que institui o Código Administrativo Municipal de Posturas, no artigo 63 parágrafo 1 diz que as desordens, algazarra ou barulho, verificado nos estabelecimentos, sujeitará os proprietários à multa, podendo ser cassada a licença para seu funcionamento nas reincidências. Já no artigo 90 da mesma lei proíbe a ocupação de ruas, praças, calçadas e locais públicos, exceto para efeito de obras públicas ou por exigências policiais.

     Quem infringir a lei poderá ser multado de acordo com a UFM (Unidade Fiscal do Município de Barra Mansa) que hoje vale R$ 2,64 a unidade. No caso dessas leis, o proprietário do comércio irregular pode ser multado de 107 a 214 UFM, ou seja, de R$ 282,48 a R$ 564,96. O comerciante ainda corre o risco de ter seu estabelecimento interditado.

 

Fonte: juventudebm

Data é lembrada nesta quarta-feira (11). Em dez anos a obesidade cresceu 60% no Brasil, segundo pesquisa do Ministério da Saúde

     Na semana do Dia Mundial de Combate à Obesidade, em 11 de outubro, diversas entidades, como a Organização das Nações, procuram chamar a atenção para a doença que pode colaborar para o aumento da prevalência de diabetes e hipertensão, além de diversas doenças crônicas não transmissíveis, podendo levar até a morte.

Foto: Divulgação

     O índice de brasileiros acima do peso segue em ascensão, mais da metade de população está nesta categoria (52,5%) e destes, 17,9% são obesos, fatia que se manteve estável nos últimos anos, segundo a pesquisa mais recente do Ministério da Saúde, a Vigitel 2016. Em apenas 10 anos, a obesidade cresceu 60% no Brasil e já atinge um a cada cinco brasileiros.

FATORES

     Caracterizada pelo sobrepeso e pelas mudanças hormonais, dentre os fatores que causam a obesidade estão os nutricionais, fisiológicos, genéticos, psiquiátricos e psicológicos, comportamentais e ambientais, trata-se de uma doença multifatorial.

     De acordo com um dos especialistas mais reconhecidos no Brasil nos estudos sobre obesidade, o médico Flávio Cadegiani, o tratamento muitas vezes é comprometido por questões sociais. "A sociedade ainda trata esta doença como se fosse uma frescura e ainda enxerga a doença com preconceito, e isso é uma das grandes causas de estarmos perdendo esta guerra para a obesidade", enfatiza o endocrinologista.

     - Apesar de pesquisas terem evoluído muito para atender a obesidade, falta colocar tudo isso em prática. A obesidade não é tratada apenas com medicamento, precisa de um atendimento multidisciplinar – com acompanhamento psicológico e prática de atividade física, além de uma alimentação orientada por profissional - depõe o médico sobre o tratamento da doença.

Por Giovanni Nogueira

Combate à discriminação, identidade de gênero e exclusão social são alguns dos temas debatidos

Acontece neste sábado em Valença, 7 de outubro, no clube dos Democráticos, a II Feira da Diversidade. O evento trabalha questões como democracia, legalidade, diversidade, proteção, direitos, cidadania, igualdade, diversidade sexual e respeito. A programação, que será de 8h30 às 19h 30 tem diversas atrações como debates, palestras, apresentações artísticas e até mesmo um concurso cultural de combate à homofobia com a participação de estudantes.

Foto: Divulgação

De acordo com Fernanda Monteiro, uma das organizadoras, o trabalho é de grande importância social.

- Nessa segunda edição tivemos a preocupação em aprofundar o debate com especialistas para tratar os assuntos e informar à população. Teremos palestrantes com bagagens diferenciadas - afirmou.

Além disso, segundo Fernanda, na ocasião será apresentado o Projeto "Viva a Diversidade", realizado pelo Conselho Municipal de Políticas LGBT e Secretaria Municipal de Educação para atender pedidos do Ministério Público Federal. Ela ainda destacou que foi gratificante ouvir da coordenação pedagógica da educação que o trabalho foi especial, sendo observada a interação entre os alunos, o respeito às diferenças, o combate ao bullyng. "Fico feliz de todo o trabalho, de nosso projeto ser reconhecido e servir de instrumento à cidadania e inclusão social em nossa cidade".

Saiba mais:
http://bit.ly/2fR0F5m

PROGRAMAÇÃO

08:30h – Coffee-break / Assinatura no livro de presença
09:00h – Abertura da II Feira da Diversidade de Valença
09:10h - Apresentação do PROJETO DESFRUTE / Professora Roseane Xisto.
09:20h – PORQUE FALAR DE GÊNERO NA ESCOLA? / Professora Nayara Salvador / Rede estadual.
09:40H - CONVERSAS SOBRE SEXUALIDADE / Professora Léa Carvalho / Bióloga, Professora da FAETEC, Especialista em Gênero e Sexualidade pela UERJ e Publisher da Editora Metanoia.

10:20h – TRANSEXUALIDADE E DIREITOS / Bianca Figueira / Advogada Civilista formada em Direito pela UNESA Niterói / Oficial Superior Reformada da Marinha do Brasil / Pós Graduanda em Direito Civil e Processual Civil pela UNESA Niterói.
11:00h – A IMPORTÂNCIA DO USO DO NOME SOCIAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO. / Aline Myrrha e Joana Tomaz / Pedagogas e pós graduandas em Educação Contemporânea - CEFET Valença / RJ
11:20h - Apresentação do «PROJETO VIVA A DIVERSIDADE» Coordenação Pedagógica da SME na presença de Fabiana Ramos / Coordenação de equipe de supervisão escolar na presença de Sylvania Neuba Menezes Afonso / Palavra com a Secretária Municipal de Educação, Cida Almeida.

12:00h – Palavra com Fernanda R. Monteiro e Sabrina Guimarães / Presidente e vice-presidente do CMLGBT - Conselho Municipal de Políticas LGBT / Grupo Diversidade / Agradecimentos

12:30h – INTERVALO PARA O ALMOÇO

13:30h – Apresentação da Cia Estrellas Ciganas do Oriente da Vivarte Escola de Dança / Dança Cigana
14:00h – POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: uma análise acerca do atendimento a população LGBT – Flavine Mara Chaves / Assistente Social, Mestre em História Social e Especialista em Planejamento e Gestão de Políticas Públicas
14:40h – SOBRE ADOÇÃO E FAMÍLIAS – Ary Almeida / Membro fundador da RNP Barra Mansa

15:00h – FEMINISMO NEGRO: A ESTÉTICA COMO FORMA DE EMPODERAMENTO / Thais Sobreira – Psicóloga e ativista feminista
15:20h - UMA TRAJETÓRIA BISSEXUAL EM MEIO A RELIGIÃO / Camila Mantovani / Cristã e LGBT.
15:40h –IDENTIDADE DE GÊNERO NAS TELENOVELAS / Raphael Romeiro de Castro / Comunicação Social – UniFOA
16:00h – Apresentação de dança com Alex Fortunato.
16:10h – REFLEXÃO SOBRE PREVENÇÃO DO HIV / Luis Felipe do Nascimento / Conselheiro civil CMLGBT
16:20h – LGBTFOBIA E FAMÍLIA / Silvana Kovalewski / Coordenadora do Grupo Mães pela Diversidade do Rio de Janeiro / RJ
17:00h – Apuração de votos e resultado do Concurso de Melhor Trabalho de Combate a Homofobia na rede municipal
17:30h – PEDRO JAMAL HUMILDEMENTE CONVIDA A TODXS PARA CONHECER A REALIDADE / Pedro Jamal / Rapper e fotógrafo.

18:00h – CONVERSANDO SOBRE AUTOESTIMA / Dirce Assis / Terapeuta e Consultora Holística
18:30h – Apresentação de dança com Alex Fortunato e Cia.
18:40h – Apresentação cultural de Sophia Orem e suas dançarinas / Representação de Paty do Alferes
19:00h – Apresentação da VIVARTE com diversas modalidades de dança.
19:30h – Sarau Solidões Coletivas <Sarau Solidões Coletivas Queer: De gravata e Unha Pintada>
19:50h - Encerramento da II Feira da Diversidade de Valença com Bloco de Performances do Miss Gay Sul Fluminense – Com Ronildo Marques

SOBRE A FEIRA

De acordo coma página do evento, no Facebook, "o objetivo principal da FEIRA DA DIVERSIDADE é promover informação ao público LGBT e demais presentes, viabilizando conhecimento, interação, conscientização e respeito à cidadania.

Estaremos contornando assuntos de extrema relevância social, logo planejamos uma atmosfera agradável com uma programação variada que promete belas atrações culturais com artistas de Valença e região.

No início da programação estaremos apresentando o "Projeto Viva a Diversidade" desenvolvido na rede municipal de ensino de Valença, no 2º segmento, nas turmas de 8º ano, 9º ano e EJA - Ensino de Jovens e Adultos. Uma parceria do Grupo Diversidade, Conselho Municipal de Políticas LGBT de Valença e Secretaria Municipal de Educação.

Agregamos elementos que venham fornecer suporte na sensibilização necessária para a desconstrução de paradigmas discriminatórios e excludentes.

Nas "rodas de conversa" propomos um canal para discussão de políticas públicas comprometidas com a suspensão das discriminações e desigualdades, devido a orientação sexual e à identidade de gênero, entre outros.

Confiram nas postagens a programação do evento!
Vem pra feira da diversidade de Valença!!!
Sua presença é motivo de alegria para nós!".

Foto: Divulgação

Em seis meses, e-commerce expande para o franchising e vende mais de 45 lojas

 
Depois de 20 anos de experiência online, o Balão da Informática já negociou 45 franquias e tornou-se a maior rede de lojas de informática do Brasil - Negócio pode ser aberto por a partir de 14 mil

Foto: Divulgação

     Após uma trajetória de sucesso no e-commerce, o Balão da Informática iniciou no franchising em março deste ano. Desde então, já negociou 45 unidades pelo país, em estados como Paraná, São Paulo, Espírito Santo, Tocantins, Goiás e Minas Gerais. As franquias possuem serviços de assistência técnica de computadores e notebooks e venda de produtos de informática.

     A meta para o primeiro ano de franchising é alcançar 100 unidades franqueadas da rede. "A companhia tem vivido um momento especial e rico ao compartilhar a experiência de mais de 20 anos no varejo de informática com tantos empreendedores. A meta supera as expectativas mais otimistas e nos coloca entre uma das marcas que mais crescem no franchising", diz Elaine Passarella, Head of Franchising da Balão da informática, que liderou a transformação do negócio regional em um e-commerce de nicho e envergadura nacional.

     Para atrair franqueados, a rede aposta em um investimento inicial acessível, de apenas R$ 14 mil, com um lucro mensal em torno de R$ 15 mil. "Durante esses anos de atuação recebemos inúmeros prêmios dedicados ao nosso volume de vendas, qualidade de entrega, pioneirismo em negócios pela internet e logística integrada. Nosso objetivo é transferir a mesma qualidade do e-commerce para as franquias", destaca Elaine.

     Sobre a Balão da Informática 

     A Empresa está no mercado do varejo de informática e eletrônicos há mais de 20 anos. Iniciou seus projetos com lojas físicas e rapidamente entrou para o e-commerce como uma das pioneiras de seu segmento. No ano passado resolveu encerrar a operação própria de lojas físicas e abrir o ramo de franquias.

 

RAIO X

Investimento total: R$ 50 mil

Taxa de franquia: R$ 14.900

Prazo de retorno do investimento: 6 meses

Faturamento médio mensal: R$ 50 mil

Lucro mensal: R$ 15 mil

Capital de giro: R$ 20 mil

Taxa de royalties: R$ 1.900 para grandes cidades e R$ 990 para menores.

Por Giovanni Nogueira

       Finalmente os cidadãos de Conservatória podem desfrutar de uma área de lazer. Crianças, jovens e toda a população já tem à disposição uma quadra poliesportiva, um parquinho de diversões e uma mesa de tênis de mesa para lazer. CLIQUE AQUI E VEJA O VÍDEO!

Fabiani, ao centro, ladeada por integrantes do projeto Viver Bem e do Deputado Federal Felipe Bornier - Foto: Giovanni Nogueira

       A inauguração ocorreu ontem, 29, dia do aniversário de Valença e contou com a participação do deputado federal Felipe Bornier responsável pelas emendas parlamentares, solicitadas pelo líder comunitário Fabrício Vasconcellos, que direcionaram as verbas para a concretização do sonho.

      O prefeito da cidade, Fernandinho Graça elogiou o esforço da vereadora Fabiani Vasconcellos e de todos os envolvidos, e se mostrou feliz da prefeitura ser parceira da realização. Na oportunidade ainda estiveram presentes o ministro do Esporte Leonardo Picciani, o deputado estadual Andre Correa e vereadores da Câmara de Valença.

PUBLICAÇÃO

Login (2)

Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
Banner lateral 4
Banner lateral 6
Banner lateral 2
Banner lateral 8
Banner lateral 1
Banner lateral 3
Banner lateral 7
Banner lateral 9
Banner lateral 5