Guia comercial e classificados on-line.

     O Projeto Volta Redonda Cidade da Música vai promover duas apresentações gratuitas neste fim de semana. As apresentações fazem parte de uma série de eventos programados para este fim de ano. A primeira delas acontecerá na sede do projeto, no bairro Vila Mury, com recital do Quinteto de Sopros da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) às 17h no próximo sábado, dia 2 de dezembro.

Foto: Reprodução da Internet

     - Essa apresentação faz parte da parceria denominada Conexões Musicais, firmada entre o projeto e a orquestra e que tem duração de um ano. Vamos alternar aprendizado e apresentações aqui e no município do Rio, contou a maestrina Sarah Higino.

     No repertório estarão obras de Radamés Gnatalli, Ronaldo Miranda e Villa Lobos. O Quinteto de Sopros é formado por: Thiago Meira (flauta), Maria Fernanda Gonçalves (oboé), Marcio Costa (clarinete), Felipe Destéfano (fagote) e Eliezer Conrado (trompa).

     - Estamos no caminho certo. Nosso projeto faz a diferença para a educação dos jovens e está colhendo os frutos, firmando parceria com um dos conjuntos sinfônicos mais importantes da música nacional. Volta Redonda só tem a ganhar, exaltou o prefeito Samuca Silva.

     Outros eventos com a OSB estão programados para acontecer ainda neste ano. No dia 16 de dezembro, no Cine 9 de Abril, às 19h30, haverá um concerto natalino com a participação da Banda de Concerto, com um solista convidado da OSB. Por fim, no dia 20, outro solista da OSB virá à Volta Redonda tocar ao lado da Orquestra de Cordas.

     - Construímos essa parceria com o Projeto Volta Redonda Cidade da Música, que hoje tem uma orquestra que está entre as melhores do Brasil, reforçou o diretor artístico da OSB, Pablo Castellar.

Serviço

Evento: Recital do Quinteto de Sopros da OSB

Data: 2/12

Horário: 17h

Local: Sede do Projeto Volta Redonda Cidade da Música (Avenida Graham Bell, nº 89, Vila Mury)

 

Banda Concerto se apresenta na Igreja da Candelária

     No domingo, dia 3, será a vez da Banda de Concerto de Volta Redonda – que faz do Projeto Volta Redonda Cidade da Música, se apresentar. Os músicos realizarão um concerto na Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro a partir das 16h, sob a regência do Maestro José Sérgio Tôrres da Rocha.

     - A apresentação faz parte da série ‘Música na Candelária’, onde a igreja abre as portas todas as quartas e domingos para musicais, conta Sarah Higino.

     O público poderá conferir clássicos da música internacional e erudita, como John Lennon, Mozart, Gilberto Gagliardi, Bizet, Verdi, entre outros.

 

Serviço

Evento: Concerto na Igreja da Candelária

Data: 3/12

Horário: 16h

Local: Igreja de Nossa Senhora da Candelária (Praça Pio X, Centro, Rio de Janeiro)

 

Liminar concedida pelo Juiz Rafael de Souza Pinto chegou ao leiloeiro cinco minutos após o inicio da disputa

     O prédio do Hospital São Camilo em Volta Redonda, onde há previsão da construção do Hospital do Idoso, foi a leilão no início da tarde desta terça feira, dia 28. A programação era para que os lances ocorressem no salão da Aciap - Associação Comercial e Agropastoril da cidade . A prefeitura de Volta Redonda participou do leilão, representada pelo secretario de Administração Carlos Baia e pelo Procurador Geral do Município, Augusto Nogueira e outros representantes.

Foto: Reprodução da Internet

     Apesar de muitas pessoas presentes, apenas o município teve interesse em adquirir o prédio e chegou a oferecer o lance mínimo previsto pelo Leiloeiro de R$ 3 milhões. A entrega dos documentos pela prefeitura foi efetuada, mas cinco minutos depois os representantes do Grupo ADM Empreendimento e Participações em Saúde Ltda, proprietário do prédio, apresentou liminar em que a justiça determinava a suspensão do Leilão   

    - O Hospital do Idoso será uma realidade. Não tenham dúvidas disso” reafirmou o prefeito.

Denúncias de má conservação podem ser feitas pelo (24) 3339-4260

      A Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana de Volta Redonda realizou na tarde de sexta-feira, 24, uma fiscalização de rotina nos ônibus que circulam no município. A operação foi feita no terminal rodoviário urbano do bairro Ponte Alta. O motivo: denúncias de má conservação em veículos recebidas pela pasta. Foram recolhidos à garagem, seis veículos de duas empresas diferentes. Outros cinco carros foram notificados para melhorias.

Foto: Evandro Freitas – SecomVR

     Quando estavam se dirigindo ao local, a equipe da secretaria flagrou um ônibus - que faz a linha 440 - estacionado em local irregular, em frente a Praça Juarez Antunes, no bairro Vila Santa Cecília. Ao fazerem a inspeção no veículo, os fiscais notificaram e o recolheram à garagem da empresa. O ônibus estava com o retrovisor preso com arame, assentos sem condições e botoeiras com defeito.

PNEUS DESGASTADOS

     Já no terminal da Ponte Alta, cinco veículos tiveram que ser recolhidos à garagem por não terem condições de circular. Dois foram retirados das ruas por conta de pneus desgastados. Outros dois veículos apresentavam bancos sem condições de uso e assentos soltos, além de problemas na parte elétrica. Já um veículo estava sem documentação obrigatória.

     De acordo com o secretário municipal de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva, os ônibus recolhidos e os notificados precisam apresentar melhorias. "Esses veículos só poderão voltar a circular após nova vistoria da secretaria, para que possamos atestar que as melhorias foram feitas. As empresas devem levar os ônibus até a secretaria para comprovar as adequações", disse o secretário.

POPULAÇÃO DEVE DENUNCIAR

     O secretário destacou que é importante a população passar informações sobre os ônibus, de preferência com o número do veículo, para que a pasta possa fiscalizar. “A colaboração da população é fundamental. Nós estamos recebendo as demandas e fazendo as vistorias necessárias. Além disso, também fazemos fiscalizações de rotina”, comentou Wellington, ressaltando que o telefone de contato do setor de fiscalização da STMU é (24) 3339-4260.

     O prefeito Samuca Silva ressaltou que as fiscalizações são importantes para a qualidade do transporte coletivo da cidade. “Durante o ano fizemos diversas operações desse mesmo modo, buscando verificar as condições dos veículos. Nosso objetivo é que a população tenha a disposição um transporte coletivo de qualidade. Por isso, a STMU está realizando essas fiscalizações em diversos pontos da cidade”, concluiu Samuca.

 

GUIA SUL FLUMINENSE, anuncie conosco!

 

 

Aterrado, Amaral Peixoto, Vila e Retiro serão atendidos até 24 de dezembro

     O período de festas de fim de ano se aproxima e a movimentação de pessoas e veículos nos centros comerciais de Volta Redonda aumenta. Para garantir mais tranquilidade aos pedestres e motoristas, a Guarda Municipal iniciou nesta segunda-feira, dia 27, a Operação Natal.

Foto: Evandro Freitas/SecomVR

     De acordo com o comandante da Guarda, Paulo Henrique Dalboni, o objetivo é fiscalizar o trânsito e orientar, além de coibir a atuação de flanelinhas.

     - A operação vai até o dia 24 de dezembro, com maior atuação na Vila Santa Cecília, mas vamos alternar com ações no Retiro e no Aterrado, que também são grandes centros comerciais - explica Dalboni.

Seis apreensões e 33 multas só de manhã

     Participaram da ação neste primeiro dia, 30 guardas municipais, utilizando cinco viaturas e três motos da corporação. Só no período da manhã, foram apreendidas seis motos por falta e/ou com documentação irregular, e aplicadas 33 multas devido a infrações como documentação do veículo atrasada, falta de habilitação e do cinto de segurança.

     - Essa prevenção é muito importante, ainda mais com as motos. Tem muita gente sem carteira e também muitos acidentes envolvendo motocicletas - ressaltou a professora Sonia Tavares.

Comércio ilegal

     Também foi recolhida uma grande quantidade de tapetes que estavam sendo comercializados por um ambulante. O homem não apresentou nota fiscal e nenhum documento que comprovasse a origem do material, sendo encaminhado para a delegacia.

     - Estamos atuando para garantir que todos possam trabalhar dentro da legalidade e fazer suas compras com tranquilidade. E, para isso, estamos investindo na Guarda Municipal, que agora tem status de secretaria. Ano que vem, vamos fazer o concurso para mais 50 novos profissionais. É mais autonomia e respeito para essa importante corporação - comentou o prefeito Samuca Silva.

 

GUIA SUL FLUMINENSE: o melhor preço, a melhor vitrine

Telefone: (24) 3025-6224

Comercial (24) 99827-4161

WhatsApp: (24) 98112-6920

 

 

Por Giovanni Nogueira

     Jorge Picciani, Albertassi e Paulo Mello, foram presos novamente. Eles se entregaram na Cadeia Pública José Frederico Marques, onde também está preso o ex-governador Sérgio Cabral. O trio que é investigado por prática de crimes de corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas pela presidência da Alerj e outros cargos na Casa, teve a prisão decretada novamente nesta terça-feira, 21. O desembargador Abel Gomes, relator no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) solicitou o restabelecimento das prisões dos deputados Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo (todos do PMDB).

Foto: Reprodução da Internet     

     O tribunal havia decretado a prisão, por unanimidade, mas a decisão foi derrubada pela Alerj. Em seguida, os deputados deixaram o presídio sem que o tribunal fosse notificado. Ao iniciar a sessão, o desembargador Abel Gomes voltou a dizer que a competência da soltura é da Justiça Federal, e não da Assembleia Legislativa. Ele ainda disse que a Alerj "deveria resolver apenas sobre prisão".

     - Apenas pode expedir alvará de soltura quem expede alvará de prisão. Logo, só poderia ser revogada a prisão pelo órgão Judiciário — disse Abel.

     As notícias dão conta que a decisão cria um problema jurídico, pois quando revogou a prisão dos três peemedebistas, a Alerj também derrubou o afastamento. No domingo, Jorge Picciani, que preside a Assembleia, pediu licença do mandato até fevereiro - sendo seguido por Albertassi. Hoje, foi a vez de Paulo Melo decidir.

     De acordo com um site especializado, a reunião do TRF-2 de hoje, aconteceu para votar uma questão de ordem levantada pelo relator Abel Gomes sobre a Alerj ter negado a possibilidade de afastamento dos parlamentares do mandato, sem que isso estivesse na decisão do tribunal. A corte se referia apenas à prisão.

     O pedido de afastamento dos três do mandato foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) e o assunto foi levado nesta terça-feira à pauta por meio de uma questão de ordem do relator da operação “Cadeia Velha", desembargador Abel Gomes. Essa solicitação constava do pedido original do MPF, mas não chegou a ser analisado porque foi considerado decorrente da detenção.

     Uma ação na Justiça para anular a sessão da última sexta-feira (17), foi feita pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ). Na referida sessão, a votação por 39 votos a favor e 19 contra, revogou a prisão do trio. Abaixo uma imagem mostra como é o ambiente de onde o trio deve passar os próximos dias, a semana, o fim de semana, as outras semanas, os meses, os próximos anos... se julgados e condenados.

Foto: Reprodução da Internet     

Curso é resultado de parceria entre Prefeitura e  Sebrae/RJ

     A prefeitura de Volta Redonda, em parceria com o Sebrae realiza nesta quarta-feira, 22, o Curso de Fornecedor, destinado aos empresários interessados em obter informações sobre como se tornar fornecedor para a prefeitura e demais órgãos do serviço público.

FOTO: Reprodução da Internet

     Durante o curso, os empresários terão informações sobre o programa de compras governamentais Compra Mais e conhecerão os critérios para se candidatar a fornecer para o serviço público, além de participar de dinâmicas.

     Para o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, o curso é inovador e indispensável para aperfeiçoar o processo de compras públicas.  

     - Estamos melhorando o ambiente de negócios, criando uma cultura de empreendedorismo. Nosso objetivo é garantir que todas as possibilidades previstas para beneficiar as micro e pequenas empresas existentes em nosso município possa ser colocada em prática”, disse.

INCENTIVOS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

     A ação faz parte das metas do Programa Cidades Empreendedoras, que reúne 11 municípios fluminenses, incluindo Volta Redonda. 

     - Este programa tem o objetivo de desenvolver incentivos e ampliar a participação das micro e pequenas empresas nas compras públicas. Disse Ana Lucia, representante local do Sebrae.

LICITAÇÃO MUNICIPAL EXPLICADA

     O encontro contará com a presença de um representante do Departamento de Licitações da Prefeitura, que vai esclarecer as dúvidas sobre o processo de licitação municipal e como fazer parte do cadastro da prefeitura.

     Os participantes terão ainda informações sobre o cadastramento no programa Rio Oportunidade de Negócios, que divulga as oportunidades na área de compras governamentais e estimula novas estratégias e ações para o fortalecimento das empresas e torná-las mais competitivas no mercado. O curso é aberto aos micro e pequenos empresários de todas as atividades econômicas e as inscrições e outras informações podem ser obtidas nos telefones (24) 3347-3481 / 3347-5845.

Entrega rápida e o melhor preço...

 

 

PUBLICAÇÃO

Login (2)

Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
Banner lateral 4
Banner lateral 6
Banner lateral 3
Banner lateral 7
Banner lateral 8
Banner lateral 2
Banner lateral 9
Banner lateral 5
Banner lateral 1