Crimes violentos letais intencionais registram queda de 21% este ano

Crimes violentos letais intencionais registram queda de 21% este ano

Foram mil mortes a menos entre os meses de janeiro e novembro.

 

Os crimes violentos letais intencionais – que incluem homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte – registraram queda de 21% este ano no estado do Rio de Janeiro. Foram 3.816 vítimas em 2019 contra 4.816 em 2018. Este foi o menor número para o período nos últimos 20 anos. Na comparação mensal com novembro, o recuo foi de 15%.

 

De janeiro a novembro de 2019, os homicídios dolosos caíram 20%, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram registradas 3.669 mortes este ano e 4.604 em 2018. Esse é o menor número de vítimas para o acumulado do ano desde o início da série histórica, em 1991. Na comparação com novembro de 2018, o declínio foi de 16%.

 

Os roubos seguidos de morte (latrocínio) registraram queda de 32% entre janeiro e novembro de 2019, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Em 2019, foram 110 vítimas, o menor para o período desde 2012.

 

Já as mortes por intervenção de agente do Estado caíram 1% em novembro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Este foi o quarto mês seguido de queda do indicador: 195 casos em julho, 173 em agosto, 154 em setembro, 144 em outubro e 135 em novembro. Na comparação com outubro deste ano, a redução foi de 6%.

 

Roubo de rua atinge o menor índice do ano

Em novembro deste ano, os roubos de rua – que inclui roubo em coletivo, roubo de aparelho celular e roubo a transeunte - caíram 20% em relação ao mesmo mês de 2018, com 8.604 ocorrências registradas. Este é o menor índice do ano e o menor número para o delito desde março de 2017. Ao comparar com o mês de outubro, a queda foi de 10%. No acumulado do ano, o recuo foi de 7% ou 8.326 roubos a menos.

O roubo de veículo apresentou diminuição de 27% em novembro, quando comparado com o mesmo período do ano anterior. De janeiro a novembro deste ano, a queda foi de 24%. Foram 36.630 veículos roubados, 11.655 roubos a menos em relação aos mesmos meses de 2018.

Os roubos de carga também apresentaram resultados importantes em novembro, com o recuo de 28%, ou 204 ocorrências a menos. Em relação ao acumulado do ano, a queda foi de 18%.

 

Apreensão de fuzis

Ainda no mês de novembro, o número de fuzis apreendidos pelas polícias Civil e Militar ultrapassou todo o ano de 2018: foram 503 deste tipo de armamento recolhidos. É o maior número de fuzis apreendidos nos últimos 12 anos.

 

Comparação trimestral por Área Integrada de Segurança Pública (AISP)

Pela primeira vez no ano, seis Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) se destacaram na redução de indicadores no último trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado. Na capital, a AISP 41 (Irajá e adjacências) teve a maior queda de roubo de veículos e a AISP 14 (Bangu e adjacências) registrou a maior redução nos roubos de carga. Na Baixada Fluminense, o município de Duque de Caxias (AISP 15) se destacou com o maior recuo nas mortes por intervenção de agente do Estado, o segundo maior declínio em homicídio doloso e em roubo de rua e a terceira maior redução em roubo de carga.

A AISP 12 (Niterói e Maricá) registrou a terceira maior queda em roubo de rua e em roubo de veículo. São Gonçalo (AISP 7) teve a maior queda em roubo de rua. No interior, Campos dos Goytacazes apresentou o maior recuo em homicídios dolosos.

Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) são referentes aos Registros de Ocorrência (ROs) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de novembro.

 

Foto: (Chalabala/Getty Image)

Leia também: