Banner 776 x 186 topo

Guia comercial e classificados on-line.

Fundação Cultura Barra Mansa divulga resultado preliminar do edital para o Carnaval 2019

 

A Prefeitura de Barra Mansa, por meio da Fundação Cultura, divulgou o resultado preliminar do edital do Desfile de Blocos de Rua do Carnaval de Barra Mansa 2019. Como critério de seleção foram analisados o histórico, a tradição da agremiação ou do grupo e seu impacto sociocultural na localidade de atuação, bem como a qualidade técnica, a originalidade da proposta e a distribuição regional do conjunto de projetos a serem contemplados. Os blocos contemplados nesse edital desfilarão entre os dias 02 e 05 de março, período do Carnaval 2019.

 

Os blocos contemplados no Edital foram o Bloco Carnavalesco Renascer da Cotiara, Bloco das Piranhas do Vila Nova, Bloco Me Beija Direito, no Centro, Bloco Tô Que Tô, da Cotiara e o Bloco Se Vira Nos Trinta, do bairro Siderlândia. Os premiados ganharão, além da premiação entre abadas ou instrumentos para compor a bateria do bloco, toda a estrutura para a realização do evento, como mini trio elétrico, banheiro químico, segurança e brigadista.

 

A Comissão Avaliadora criada exclusivamente para analisar os critérios de cada bloco inscrito, foi composta por seis membros, sendo dois da sociedade civil representados pelo Conselho, dois da sociedade política, sendo da Fundação Cultura e mais dois membros da Comissão de Cultura da Câmara Municipal de Barra Mansa. A comissão foi nomeada na última reunião do Conselho Municipal de Cultura realizada no dia 30 de novembro.

 

O presidente da Fundação Cultura Barra Mansa, Marcelo Bravo, comenta sobre a política interativa entre a comunidade e o governo na elaboração desse edital. “Estamos num momento de muitas transformações. Ainda não é o Carnaval que sonhamos, mas, sem dúvida, é o melhor que podemos fazer com os recursos disponíveis. A comunidade participou desde o início na elaboração das diretrizes e na definição das premiações desse edital”, concluiu o presidente.

 

O edital foi publicado no Diário Oficial do município no dia 27 de novembro, e suas inscrições ocorreram até o dia 19 de dezembro.

 

BLOCO CARNAVALESCO RENASCER DA COTIARA

Criado em 08 de Abril de 2015, o Bloco Carnavalesco Renascer da Cotiara tem como presidente o Sr. Altamir Alves. Com o objetivo de proporcionar entretenimento para os moradores da comunidade do bairro Cotiara, em Barra Mansa, durante o período do Carnaval surgiu o bloco. Seu símbolo traz a ave Fênix nas cores vermelho e branco, e arrastam centenas de foliões, que em geral, são compostos por famílias da própria comunidade e pessoas de fora que vem prestigiar o evento. Quando o carnaval se aproxima, os envolvidos realizam feijoada, show de prêmios e diversas outras atividades com a finalidade de arrecadar fundos para arcar com os custos do desfile.

 

BLOCO TÔ QUE TÔ - COTIARA

O bloco foi criado em um barzinho chamado “Pé de Cana”, há 35 anos. Seu surgimento se deu após o falecimento do dono do bar, o Sr. Orlando. José Antônio Café, com Nério, Cauby, Zaldir e Cuca fundaram o Tô que Tô.  Após 08 anos sem sair no Carnaval, Jayme Márcio reativou o bloco. O primeiro samba conta a história do surgimento em seu refrão, mantendo características de Blocos de Embalo, levando jovens e idosos em seus desfiles durante todo o dia.

 

BLOCO DAS PIRANHAS DO VILA NOVA

A Associação Carnavalesca Bloco das Piranhas de Carnaval do bairro Vila Nova, foi criada em 21 de novembro de 1984, quando reuniu diversos cidadãos barra-mansenses com o objetivo de criar uma associação carnavalesca na comunidade do Vila Nova. Para o desfile de 2019, o Bloco vem com as cores laranja e azul, em homenagem à Associação de Moradores do bairro.

 

BLOCO ME BEIJA DIREITO

O Bloco Me Beija Direito se deu pela vontade de um grupo de amigos universitários do UBM em realizar o primeiro bloco de rua universitário em Barra Mansa. Tudo começou com a junção de uma festa que já acontecia no município, com o nome de PARADISE, da turma da Associação Atlética e Acadêmica de Direito do UBM. A proposta era trazer algo inovador no meio popular, com intuito de proporcionar diversão nos dias que antecediam ao Carnaval de 2017, e assim foi feito. Com recursos próprios, o bloco foi ganhando adesão e se transformando em uma realidade, por meio de parcerias e patrocinadores.

 

No primeiro ano, o bloco teve uma proporção que nem mesmo a comissão organizadora imaginava. A aceitação foi completamente positiva e significativa para quem ia sair pelas ruas de Barra Mansa pela primeira vez. O público estimado chegou à 5 mil pessoas. Um dos pontos fortes do desfile foi a troca de copos personalizados por caixinhas de leite. Mais de 300 unidades foram arrecadadas e posteriormente distribuídas em quatro asilos da cidadade. Além da diversão, o bloco também tem o lado social como “bloco consciente”.

 

BLOCO SE VIRA NOS TRINTA

A Associação Bloco Carnavalesco Se Vira nos Trinta foi instituída em 27 de fevereiro de 2014. Ainda com poucos recursos, mas com muita garra, o bloco ousou ir para a avenida. O destaque do Bloco é que todos os instrumentos foram doados por entidades carnavalescas da cidade. Somando o desejo dos foliões do bairro Siderlândia, a ajuda de um mestre de bateria disposto a contribuir, uma pequena equipe disposta a trabalhar e ritmistas dispostos a tocar, deu-se surgimento a essa festa que acontece há quatro anos. O bloco Se Vira nos Trinta tem a proposta de fomento à cultura popular e urbana no município de Barra Mansa.

 

Coordenadoria de Comunicação Social Prefeitura de Barra Mansa, Foto: Divulgação.

PUBLICAÇÃO

Login (2)

Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim