Banner 776 x 186 topo

Guia comercial e classificados on-line.

Aula inaugural aconteceu no Cras do bairro São Luiz, com alunos e pais

     A Guarda Municipal de Volta Redonda, em parceria com a secretaria municipal de Ação Comunitária (Smac) promoveram na terça-feira, dia 07, a aula inaugural do curso ‘Guarda Mirim’, na sede do Centro de Referência e Assistência Social (Cras), no bairro São Luiz. Serão formados em dois meses, um grupo de 100 alunos das escolas municipais, de oito aos 15 anos, divididos em 4 turmas.

     A seleção foi realizada pela direção do Cras que recebeu as inscrições dos pais interessados. O secretário de Ação Comunitária, Marcus Vinicius Convençal, analisou o objetivo do projeto.“É um curso de extensão importante para as crianças e adolescentes que vão conhecer o trabalho da Guarda Municipal, amiga e acolhedora, e serão inseridos na participação cívica e de cidadania”, frisou.

     O grupo terá aulas as terças e quintas feiras, de 8h às 11h e da 14h às 17h, de agosto a setembro, com carga horária de 280 horas, na sede da Guarda Municipal, sendo certificados ao final. Todos vão receber transporte, uniforme e lanche durante a preparação. A nova Guarda Mirim terá noções de primeiros socorros, disciplina, ética, direitos humanos e cidadania, prevenção ao uso de drogas, educação ambiental, saúde pública, prevenção à violência doméstica, oficina de esporte, educação no trânsito.

     O curso, que começa na próxima terça-feira, dia 14, será ministrado pela guarda municipal Priscila Monteiro. “Os guardas mirins, serão agentes multiplicadores de conhecimentos, tendo como benefício o desenvolvimento intelectual, cultural, e de integração que o projeto promove. Aproximando família, escola e sociedade”, comentou.

     O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, comentou o projeto. “Somente vamos construir uma cidade melhor se os investimentos na área social, em projetos que atendam as crianças e adolescentes continuarem sendo prioridade na nossa gestão. E vamos continuar investindo”, afirmou Samuca.

     O pai de um futuro guarda mirim, Paulo Sérgio Aguiar Coelho, 51 anos, técnico agrícola, estava orgulhoso com a seleção do seu filho, Pedro Paulo, de 13 anos: “Será muito útil para as crianças porque servirá para vida inteira o que vão aprender. É um apoio positivo para as famílias sob vários assuntos,porque as crianças aprenderão  o respeito às disciplinas, terão orientações importantes para um crescimento sadio”, analisou Paulo.

Por Afonso Gonçalves, com fotos de Geraldo Gonçalves

PUBLICAÇÃO

Login (2)

Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim