Banner 776 x 186 topo

Guia comercial e classificados on-line.

Empreendimento é fruto da iniciativa de 22 artesãs que decidiram apostar na inovação como meio de avanço econômico; “Vitrine Criativa – A Boutique do Artesanato”, está localizada na loja 10, do Figorelle Shopping, no Centro

 

O prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drable participou nesta quinta-feira, dia 3, da inauguração da primeira loja colaborativa de artesanato do município e da região Sul Fluminense. A “Vitrine Criativa – A Boutique do Artesanato”, está localizada na loja 10, do Figorelle Shopping, no Centro. Participaram também a vice-prefeita de Barra Mansa, Fátima Lima; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Agnaldo Raymundo; a gerente de Turismo, Bhela Santos; a subsecretária estadual adjunta de Turismo e coordenadora do programa de Artesanato Estadual, Nea Mariozz; o subsecretário de Meio Ambiente, Claudio Cruz, o Baianinho; o empresário do Figorelle Shopping, José Nery; o diretor social da Aciap-BM, Bruno Paciello; e os vereadores Wellington Pires e Elias da Corbama.

 

 

O empreendimento é fruto da iniciativa de 22 artesãs que decidiram apostar na inovação da loja colaborativa como meio de avanço econômico, já que o modelo de negócio propicia não somente o compartilhamento do espaço, mas também a troca de serviços e produtos entre elas. Sua principal vantagem é a redução de custos fixos, bem como o acesso a um bem ou serviço que individualmente seria mais difícil ou inviável. Na loja, cada compartimento pertence a uma artesã diferente.

 

 

Segundo o prefeito Rodrigo Drable, a inauguração da loja representa um sonho antigo e a prova de que com garra e determinação é possível vencer os desafios da crise econômica. “A loja colaborativa impacta na vida dessas artesãs e faz do município um modelo a ser seguido pelo Estado. Prova ainda que com foco, determinação e suporte é possível realizar os sonhos e fazer com que as coisas aconteçam. Tenho orgulho de fazer parte desse momento tão especial”, finalizou, afirmando que a loja Vitrine Criativa participará do Domingo de Compras no próximo dia 6 de maio.

 

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Agnaldo Raymundo, destacou que o início da loja é parte do trabalho desenvolvido nos cursos de aperfeiçoamento oferecidos pelo Sebrae (Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa) e a Aciap-BM (Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços). “A partir da organização e capacitação das artesãs realizada pela prefeitura, em parceira com essas entidades profissionais, as artesãs estão tendo a oportunidade de crescimento, se registrando como microempreendedoras individuais e abrindo seu próprio negócio”.

 

 

 

Agnaldo ressaltou também que com a chegada do Dia das Mães, o público poderá adquirir produtos únicos e personalizados. “As artesãs estão descobrindo novas perspectivas de atuação criando produtos exclusivos. É perceptível não somente o crescimento e organização profissional, com cuidados redobrados na produção, mas a elevação da autoestima pessoal”, completou.

 

A subsecretária estadual adjunta de Turismo, Nea Mariozz, parabenizou o prefeito Rodrigo Drable por apoiar o trabalho das artesãs e investir nessa categoria. “Nós apresentamos o projeto de Artesanato há pouco mais de um ano e o crescimento foi perceptível e bem rápido. Nós já conseguimos cadastrar aproximadamente 350 artesãs com a Carteira Nacional do Artesão, além de acompanhar as capacitações e o investimento nessa área como a loja colaborativa, a primeira de artesanato na região Sul Fluminense. O que faz de Barra Mansa uma referência e um exemplo a ser seguido. Tudo isso graças ao apoio do prefeito e uma equipe que abraçou a ideia e tem desenvolvido um ótimo trabalho com essas novas empreendedoras”.

 

 

Ela destacou que o artesanato, nos dias atuais, surgiu como uma saída para a economia ainda abalada pela crise financeira. “O artesanato é muito importante porque de forma autônoma cria novas possibilidades para que pessoas que procuravam por uma chance de mostrar o seu talento tenham a oportunidade de gerar emprego e renda, movimentando assim a economia do município já que compram, produzem e só precisavam de um espaço para comercializar e agora terão com a loja colaborativa”, concluiu a coordenadora do programa Artesanato Estadual, Nea Mariozz.

 

Para a gerente de Turismo da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, Bhela Santos, lançar a primeira loja colaborativa de artesanato na região Sul Fluminense destaca Barra Mansa das demais cidades do Estado. “Começamos o ano de 2017 do zero, hoje já temos mais de 500 artesãs no município e cerca de 350 com a Carteira Nacional do Artesão. Para fomentar ainda mais esse número, estamos desenvolvendo cursos profissionalizantes pelo Sebrae e com o apoio da Aciap. Essa loja é a prova de que esse investimento em capacitação tem dado certo e já está sendo colocado em prática”, concluiu, revelando que as artesãs também terão curso de Etiqueta e Postura e de Moda, todos com foco na 20ª edição da Flumisul que será realizada em agosto.

 

 

A Luciana Pinheiro é artesã há mais de 10 anos e é uma das 22 empreendedoras da loja colaborativa. Para ela, o local no Figorelle Shopping atingirá um número maior de clientes. “Eu sempre quis ter uma loja, mas não tinha condições. Agora, com a loja colaborativa isso é possível. Acredito que isso ajudará na captação de novos clientes”. Já a artesã Xênia Mota vê na loja Vitrine Criativa o primeiro passo para uma nova experiência. “Foi uma ótima oportunidade. Antes eu só vendia em casa e agora terei uma loja. Parece um sonho”, finaliza.

 

Por Comunicação-PMBM, com fotos de Chico de Assis.

 

 

PUBLICAÇÃO

Login (2)

Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim