Banner 776 x 186 topo

Guia comercial e classificados on-line.

Empresa construiu prédios de três andares para engenheiros, mas local privilegiado  fez o bairro crescer com hotel e novos investimentos residenciais 

O bairro Bela Vista faz jus ao nome. Para quem chega lá, antes tem que superar um morro de 435 metros de altitude mas terá uma visão parcial de boa parte da cidade de Volta Redonda e da Usina Siderúrgica Nacional. Segundo levantamento feito pelo IPPU(Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano), da prefeitura, o bairro nasceu como prioridade para a construção de casas para os engenheiros contratados pela então empresa estatal, Companhia Siderúrgica Nacional(CSN), que vieram de várias partes do Brasil e de outros Países.

 

 

Uma sequência de prédios de três andares enfileirados, com bons apartamentos, foram reservados para os profissionais que chegaram para trabalhar na Usina. Oficializado por decreto municipal em 1979, o bairro abriga o mais antigo hotel em atividade, o Hotel Bela Vista, que é administrado pela Fundação CSN desde fevereiro de 2005 quando passou a ministrar curso de hotelaria gratuitamente. As ruas do Bela Vista são identificadas por números( 17 A, 17 B,  17 C, 17 D, 19, 19 A), e a bela praça, a Praça José Dias Ferreira. Tem cerca de 850 moradores (Censo IBGE 2000) e está em crescimento habitacional. Entre os principais estabelecimentos destaca-se o Hotel Escola Bela Vista e o Distrito de Obras do SAAE Bela Vista. 

O gerente de Hotelaria, Jacques Brunswick, lembra que o hotel com 72 anos de funcionamento (construído na década de 40) por causa da fundação da Usina Siderúrgica, recebeu os engenheiros americanos que vieram atender a empresa, e ficariam por um longo tempo em Volta Redonda.

Tanto que o hotel parece o estilo de uma grande casa, espaço interno alto, de quartos com armários e uma arquitetura colonial. Acredito que deve ser o único hotel para hospedagem com refeições e eventos juntos”, comentou o gerente.

Próximo ao Hotel está em funcionamento uma Usina Solar Fotovoltaica, Unidade Piloto de 39,2 kwp, projeto da Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico de Engenharia(FDTE), do programa de pesquisa e desenvolvimento da ANATEL( Agência Nacional de Energia Elétrica).

Tombado como patrimônio histórico municipal, e com um total de 121 apartamentos para o público, o gerente Jacques Brunswick confirmou que um dos apartamentos (a suíte 123), foi ocupado pelo ex presidente Getúlio Vargas quando vinha a cidade descansar e acompanhar as obras. “O apartamento que preservou alguns dos móveis usados por Getúlio Vargas pertencem à presidência da CSN”, explicou.  Historiadores garantem que Getúlio se tornou um grande amigo do primeiro prefeito eleito na cidade, Sávio de Almeida Gama. 

Na área residencial, um edifício com 19 apartamentos está sendo finalizado e deve  ser entregue aos futuros moradores ainda no mês de maio. As vantagens do bairro são enumeradas pelos moradores e comerciantes ouvidos: “Um bairro muito tranqüilo, perto do centro, com um bom serviço de limpeza e coleta de lixo feito pela prefeitura. Não precisamos de mais nada” resume os entrevistados.

Este é o pensamento de Bruno Rodrigues, 20 anos, técnico operacional da Petrobrás, Jorge Luiz, 45 anos, técnico de manutenção. A dona Maria Inês da Costa afirmou que “o bairro tem gente idosa que não dirige mais e portanto, torna-se fundamental o bom atendimento na linha de ônibus que atende o bairro normalmente”.

O gerente da casa especializada em peixe, Geovani Hipólito, 42 anos, comemora já ter recebido o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux numa comitiva de 20 juristas, as atrizes como Viviane Araújo, Eva Vilma, os cantores  Djavan, Gustavo Lima, Bruno e Marrone e outros famosos, até nome internacional. ”Recebemos clientes de todos os lugares e gente famosa para saborear o prato principal da casa, pintado na brasa”, afirma Geovani.

 

Secom-VR com fotos de Evandro Freitas

PUBLICAÇÃO

Login (2)

Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim